Predicado                

Mamãe dizia verdade para mim...

         Qual o significado de predicado? Predicado é a afirmação que se pode fazer de um sujeito.Podemos afirmar ou negar alguma coisa sua ou que se refira ao sujeito, Mamãe.

         Quem diz tem de dizer alguma coisa a alguém. Quem diz tem de dizer algo e este algo tem de ser dito a alguém. Isto é exigência do verbo dizer. Quem assim o faz, usa corretamente o verbo, obedecendo a sua regência. Logo, o predicado - dizia verdade para mim - não pode ser mais reduzido. Reduzi-lo a menos palavras não é possível. As três palavras, além do verbo, são necessárias para que a afirmação esteja completa. Elas estão ajudando o verbo a manter a afirmação e são chamadas de predicado.  Aqui, ele poderia ser ampliado, poderia se juntar a outras palavras como, " dizia uma grande verdade para mim", " dizia sempre toda uma verdade para mim"...Diz-se  predicado  verbal por que o verbo é o núcleo, palavra mais importante, é a principal, (dizia).

Outros exemplos de predicado verbal:

                                             A flor, acima, embeleza a página.

                                     A aluna chorou na aula de Português.

                         O professor exigiu a presença do Diretor à aula.

             O rapaz andou de bicicleta.

    Uma senhora doou um buquê de flores à professora.

Nestes últimos exemplos, temos predicado verbal por que os núcleos são verbos    (embeleza, chorou, exigiu, andou e doou).

Seguem exemplos de predicado nominal já em destaque:

                         a- A menina está cheia de graça.

                   b- O rapaz anda vadio.

              c- Maristela era esforçada na aula.

         d- Ismália continua uma flor.

    e- Minha mãe ficava preocupada com as crianças.

f-  Banana e laranja são alimentos indispensáveis aos idosos.

Nos últimos exemplos, o núcleo do predicado é representado por nomes. São eles, cheia, vadio, esforçada, uma flor, preocupada e alimentos indispensáveis. São chamados  assim de predicado  nominal

             Há três tipos de predicado:

Verbal, nominal e verbo-nominal....

No predicado verbal,  o núcleo é  sempre verbo intransitivo ou transitivo.

Exemplos:

       O dente da menina apodreceu.

            O rapaz comprou um terno azul-marinho.

                 O aluno doou um presente à professora de Português.

Nos exemplos acima, o núcleo do predicado é o verbo e por isso o predicado se chama verbal. Reveja o assunto, neste mesmo "site ", em Gramática e sintaxe.

        Agora, no predicado verbo-nominal, há os dois núcleos, um verbo e outro, nome.

Exemplos:

                    O professor chamou o aluno de estudioso. ( chamou e estudioso)

                     O aluno chegou à sala já cansado. ( chegou e cansado)

 Obs.:Muitos gramáticos admitem predicativo do sujeito com verbo intransitivo ou transitivo e citam exemplos:

 D. Paula ouviu tudo, calada... ( L. Barreto)

Ela baixou os olhos, amuada. (O. L. Rezende)

 

Convém conhecer o predicativo do objeto direto e do objeto indireto.

Eis alguns exemplos:

                                Chamamos aquele rapaz de inteligente.

                                Chamamo-lo de inteligente.

                                Conhecemos aquele rapaz como um doido em Palhoça.

                                 Nós o conhecemos como um doido.

                                 Vi a morena, no salão, contente.

                                  Eu  a vi, no salão, contente.

 Obs.: Frase com som desagradável assim não se usa. Ela deve ser substituída por uma outra, ou construída com outra estrutura. Neste caso, usa-se a primeira, vi a morena, no salão, contente.

                                                                                                                                                                        Voltar

 

 

 

 

 

 

 

 

04-04-2012